17 de Novembro - Dia Nacional de Combate a Tuberculose

Em 17 de novembro é celebrado o Dia Nacional do Combate à Tuberculose. A data tem o objetivo de alertar a população para a prevenção e o tratamento da doença, quarta maior causadora de mortes entre os males infecciosos no País. Embora a tuberculose seja curável já há muito tempo, seu tratamento longo, que deve ser mantido mesmo após a remissão dos sintomas, ainda faz com que muitas pessoas permaneçam assintomáticas, porém transmitindo a bactéria que causa a doença. Infelizmente isso tem tornado os microrganismos causadores da doença resistentes a medicamentos, dificultando a erradicação da doença e levando muitos à morte. No Brasil, a tuberculose é um sério problema da saúde pública, com profundas raízes sociais. A cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil casos novos e ocorrem 4,5 mil mortes em decorrência da doença.

.

Dados divulgados em outubro deste ano pela Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que a tuberculose já mata mais que a AIDS no mundo. De acordo com relatório emitido pelo órgão, a tuberculose matou, em todo o planeta, 890 mil homens, 480 mil mulheres e 140 mil crianças em 2019. Por ano, 9,6 milhões de novos casos de tuberculose são registrados. A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões e tem como sintomas tosse seca com presença de secreção por mais de quatro semanas, cansaço excessivo, fraqueza, palidez, rouquidão, febre, então qualquer paciente que apresentar esses sintomas pode se dirigir às unidades de saúde para entregar a amostra do escarro.

.

A baciloscopia direta do escarro é o método principal no diagnóstico e para o controle de tratamento da tuberculose pulmonar por permitir a descoberta das fontes de infecção, ou seja, os casos bacilíferos. Trata-se de um método simples, rápido, de baixo custo e seguro para elucidação da tuberculose, uma vez que permite a confirmação da presença do bacilo. A amostra de escarro é obtida após esforço da tosse (expectoração espontânea). A tuberculose tem cura e o tratamento é gratuito e disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde – SUS, sendo os medicamentos altamente eficazes em suas respostas.

.

A OMS recomenda uma estratégia importante no controle da doença, que é o tratamento supervisionado, disponível em todo o Brasil. Nessa modalidade de tratamento, um profissional de saúde acompanha o uso dos medicamentos pelo doente nas unidades de saúde ou mesmo na sua residência, evitando assim o abandono. Isso garante o consumo do remédio durante todo o período necessário para a cura da doença. Nesta forma de tratamento, são oferecidos alguns benefícios ao paciente como vale transporte, cesta básica e lanche durante a permanência na unidade de saúde. A estratégia é eficiente e tem um impacto significativo na redução das taxas de abandono do tratamento.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
desenvolvido.png
multicultural-family-spending-time-toget

ENTRE EM CONTATO

  • Facebook Syrius
  • Instagram Syrius

Queremos Ouvir você, Sugestões, Dicas, Reclamações.

whatsapp-logo-1.png